Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2014

Versos...

E lá vou eu, enchendo a paciência dos amigos letres deste blog, com as minhas tentativas de poesia:


 PRESENÇA
Não diga nada, não pense nada Nada deve ser dito ou pensado, apenas sentido Nada sem você é Nada, Nada com você, será sempre Tudo!
Sou ruim de verso, sou ruim de prosa Por vezes falei demais, por vezes não deixei viver Errei eu sei, mas acertei mais que tudo
Acertei no que quis, e acertarei sempre no que quero Mesmo na ausência, consigo sentir a tua presença, pois mesmo que dúvidas existam, nenhuma delas será maior que a certeza de nós dois
Navegar é preciso Viver é preciso
Esperar, que assim seja também é preciso Sou ruim de prosa, sou ruim de verso, mas sei o que espero, porque vale à pena Feliz aquele que tem O que esperar!!!

A Noite

Os amigos leitores deste blog sabem que este blogueiro é metido a besta e a escrever versos, eis mais um...apreciem, se puderem!!!

Noite
Noturno, soturno, escuro...
Com mistérios sem fim, com rostos estranhos, com criaturas sombrias, frias...
Dama de muitas faces, de muitas fases, deusa da escuridão que povoa a mente dos que não a conhecem...
O risco de perde-se em teus encantos escuros e obscenos, largado nas entranhas de teus segredos...

Quando chegas, não pedes licença, entras, escureces as ruas, praças, estradas e mentes!!!