sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Perguntar será que ofende?

Por que tem gente que, em vez de falar de amor à Vida, prefere falar somente do medo da Morte???

Opinião alheia...

Este blog sempre abriu espaço para a publicação das opiniões dos amigos e leitores, mesmo que essas opiniões divirjam das opiniões deste blogueiro...desta vez, quem me deu a honra de opinar no blog foi meu irmão Marco Campos, que opinou sobre o debate para o governo do Paraná, realizado ontem em Curitiba...

Vamos ler:

"Assisti ontem ao primeiro debate dos candidatos ao governo do Estado do Paraná. Um espetáculo lamentável e de rara baixeza. Parecia até que o surrealismo de um Salvador Dalí estava sendo expresso na tela da TV.

É verdade que houve alguns breves momentos que os candidatos esboçaram um esforço no sentido de tratar de temas propositivos e concernentes à administração pública. É possível que esses momentos não tenham sido nem tão breves assim, mas certamente foram superados pelos ataques pessoais, as ofensas e o evidente despreparo dos proponentes ao debate intelectual. 

Um grupo de alunos ginasiano certamente faria melhor.

Contudo, vale ressaltar que esses políticos compõem a elite política do estado. Um dos estados mais ricos, desenvolvidos e belos da federação. Há um divórcio quase total entre o eleitorado e sua representação. As alternativas à mudança (ainda que a palavra “mudança” tenha aparecido inúmeras vezes durante o debate)  parecem pouco ou nada alvissareiras. O mais do mesmo parece ser a tônica pelo qual eles apresentam o futuro. Um futuro que tem demandas graves e urgentes a serem tratadas

O histrionismo, a arrogância e a desfarçatez não são exclusividade da política paranaense e brasileira, nem tampouco desta época. Mas o despreparo salta aos olhos. Despreparo não apenas de debutantes mas de gente que fez a vida na política profissional. Não são amadores! Se se comportam como tal é por alguma razão oculta mas a troco de quê?

A população em geral, e os eleitores do Paraná em particular, certamente não merecem esse estado de coisas...

Mas até quando as coisas continuarão tal como tem sido?"


Ignorância, burrice e falta de Respeito

Assistindo pela TV a partida entre Grêmio x Santos ontem, na Arena do Grêmio pela Copa do Brasil, não pude ficar insensível ás cenas de racismo que algumas pessoas (E me recuso a chama-las de "Torcedores do Grêmio, pois conheço verdadeiros torcedores gremistas e sei que não compactuam com essa idiotice) contra o goleiro Aranha da equipe do Santos. Um ato de extrema imbecilidade que não condiz com o espirito de cordialidade que sempre encontrei nos gaúchos e no Rio Grande como um todo.

A atitude que aquelas pessoas tomaram, e ai teremos que exemplificar essas pessoas na figura da Patricia Moreira que foi flagrada pela câmeras da ESPN Brasil (Que inclusive já foi afastada de seu trabalho, em virtude da atitude de ontem), só demonstra o quanto nossa sociedade se encontra doente, sem respeito pela diversidade e ainda com preconceitos que são inadmissíveis em uma sociedade que pretende ser democrática e de um País miscigenado que nem o nosso. Nosso relacionamento social está cada vez mais distante, sem afeto, apenas com os interesses pessoais acima da ideia de coletivo.

Claro que o racismo não é uma prática contemporânea, a sociedade humana apresenta em sua história, uma série de exemplos dessa abominável prática. O que me enoja é que isso seja praticado no Brasil, um País que só existe em função de sua diversidade cultural, étnica, enfim, n Brasil não deveria se adotar esse tipo de atitude. E não me venham dizer que isso somente acontece no Rio Grande ou pela "torcida" de um time A ou B, essa prática e mais comum do que se imagina em nossos estádios. Vários "animais" como esses de ontem, com todo o respeito aos animais, vagueiam por nossos estádios, vomitando seus impropérios e se nenhum tipo de punição por parte das autoridades.

Quero deixar claro que a instituição Grêmio de Football PortoAlegrense não tem nada a ver com isso, não deve ser punido pela atitude de uns marginais que se escondem atrás das cores desse centenário e glorioso clube do País. Que merece punição são os marginais que xingaram o goleiro santista e tenho certeza que a diretoria e os verdadeiros gremistas, não pouparão esforços para que todos os responsáveis sejam identificados e que a justiça faça a sua parte.

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Perguntar será que ofende?

Por que todos os que eram "técnicos de futebol" até meses atrás, se tornaram "analistas políticos" agora, nas redes sociais???

Para refletir...

Como disse um amigo meu: "Tenho dúvidas quanto a Marina Silva, mas vou votar nela em função das certezas que tenho em relação ao Aécio e a Dilma!!!"

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Números aguardados!!!

Eu postei anteriormente sobre a possibilidade de crescimento de Marina Silva/PSB na corrida presidencial de 2014, pois bem, saiu a primeira pesquisa das intenções de voto realizada pelo IBOPE e eis que os maiores temores de petistas e tucanos se concretizaram, Marina Silva deu um salto muito grande nas intenções de voto, chegando a colocar 10 pontos percentuais na frente de Aécio/PSDB e chegando em uma simulação de segundo turno à frente da presidente Dilma/PT.

Os números (Tão aguardados) mostram que as pesquisas internas dos partidos políticos apontavam para a direção correta ou seja Marina está em um processo de crescimento bastante acelerado, deixando claro que essa tendência precisa ser analisada com todo o cuidado pelos estrategistas das campanhas de Dilma e Aécio para que possam utilizar de alguma tática para frear esse crescimento da candidata socialista.

Tenho amigos que analisam política melhor do que eu, que dizem que esse crescimento de Marina ainda é fruto da brutal morte de Eduardo Campos, e com o sangue dele, poder alavancar a sua candidatura. Eu respeito essa analise e também não a desconsidero, mas também enxergo que a morte de Eduardo não é o único fator que possibilitou o crescimento avassalador de sua substituta.E mais, acredito que, por mais absurdo que seja, a morte de Campos ainda tem "folego" suficiente para substanciar e tornar competitiva (O que já é) a candidatura Marina Silva.

Os números são alarmantes para as hostes tucanas, Aécio se vê agora na posição de ter que desviar sua bateria de ataques na direção de Marina e, com isso, deixar o campo livre para Dilma respirar um pouco mais tranquila. Tranquilidade essa que, deve ter ficado abalada com o alto índice de rejeição que a presidente (36%) apresenta e que pode ser um fator determinante no segundo turno, principalmente contra Marina que apresenta uma rejeição muito pequena (10%).

A dúvida é: Qual dos dois candidatos (Aécio ou Dilma) vai começar a atacar Marina? E qual será o tipo de  ataque? Não podemos deixar de relevar que atacar Marina apenas por atacar, pode surtir efeito contrário e acabar aumentando a força de sua candidatura. É uma "sinuca" braba, mas também é necessário que alguma estratégia seja posta em prática e creio que isso começa daqui a pouco, no debate da Band.

Até onde vai?

Quem já teve acesso as pesquisas internas dos partidos, aquelas que os marqueteiros chamam de "trackings", tá cada vez mais intrigado com um verdadeiro fenômeno que esses números apresentam, trata-se do crescimento meteórico da candidatura Marina Silva em todas as abordagens feitas...

Mais do que apenas disparar, o "efeito Marina", parece ter dado uma reorganizada na campanha do PSB (Existem algumas pesquisas qualitativas que apontam essa tendência). Marina tem uma identidade popular muito grande (Ouso a compara-la ao carismático e messiânico Lula). E seus adversários não conseguem obter essa identificação (Aécio é associado a imagem de "Mauricinho" e Dilma, tem uma imagem de "Sargentona brava"),

Nas pesquisas qualitativas, quase não são encontradas resistências a figura de Marina. As coisas que ela faz e diz (Muitas vezes não dizem absolutamente nada) parece como sendo algo honesto, verdadeiro. E esse é o principal desafio tanto de petistas quanto de tucanos...

E se essa imagem não for desconstruída logo, os adversários correm o risco de assistirem impotentes ao crescimento espantoso de Marina!!!

É lógico que as artilharias de Dilma e Aécio já estão posicionadas em direção à candidata socialista (?), ela sofrerá uma série de ataques desferidos de um lado e de outro. E isso, eu acredito, vai começar a ficar visível no debate de hoje da Band (Veremos) e principalmente nas redes sociais, Resta saber se os ataques serão certeiros e se surtirão o efeito desejado de estancar esse crescimento de Marina.

Vale sempre lembrar que, nenhum candidato deve se acomodar em uma súbita popularidade como se fosse um "escudo" contra ataques, Marina vai precisar saber cultivar essa imagem que tem hoje e buscar associar-se ainda mais à figura do falecido colega de chapa Eduardo Campos, aquele que, com sua morte, tornou-se quase que um político "intocável".

Devemos lembrar também que Marina não é "marinheira de primeira viagem", ela foi candidata em 2010, obteve espantosos milhões de votos. Mas, quatro anos se passaram, Marina não é mais uma coadjuvante desconhecida, hoje ela se tonou alvo e deve cuidar com mais cuidado de sua campanha pois, diferente de 2010, dessa vez, Maria está no jogo!!!

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

O Dilema de Gustavo

Quem me conhece sabe o quanto prezo, respeito e tenho amizade pelo prefeito de Curitiba Gustavo Fruet/PDT e, em função disso, gostaria de tecer alguns comentários à respeito da participação do prefeito nas eleições de outubro deste ano. Sabemos dos compromissos políticos de Gustavo com a senadora Gleisi Hoffmann/PT candidata ao governo do estado e de quem, Gustavo recebeu apoio para sua eleição em 2012 e de quem ele espera continuar recebendo em 2016.

Até ai não existe nenhum problema, é uma participação normal de um aliado, cujo o partido faz parte da coligação petista. Me chama a atenção é o cenário de um possível segundo turno entre o governador Beto Richa e o senador Roberto Requião (O que as pesquisas iniciais apresentam como uma tendência), pois a candidatura de Gleisi apresenta uma enorme dificuldade em "decolar" e deixa aberto o caminho para o confronto direto entre Richa e Requião.

Acontecendo isso...qual será a postura do prefeito Gustavo Fruet? Ele que já foi aliado de Requião e de Richa e que acabou tendo desavenças com ambos, desavenças essas que já protagonizaram ações explicitas de animosidades entre Gustavo e os candidatos em questão.

Pode parecer simples a decisão de Gustavo, basta permanecer neutro em um segundo turno entre Richa e Requião, mas a coisa é mais complexa que isso. Gustavo vai enfrentar um processo de reeleição muito duro daqui à dois anos, precisará mostrar muita força para permanecer no cargo de prefeito e não pode se dar ao luxo de "se fingir de morto" enquanto seus adversários usarão aliados de peso na capital no processo eleitoral desse ano. Ratinho Junior/PSC, Rafael Greca/PMDB são apenas alguns desses possíveis aliados de Richa e Requião, que usarão sua capilaridade eleitoral na capital para captar votos na disputa de outubro, o que pode ser um fator complicador para as pretensões de Gustavo em 2016.

Tudo esta no começo ainda, Gleisi pode crescer e se tornar competitiva à ponto de ir para o segundo turno, mas caso isso não aconteça, o dilema de Gustavo será muito grande até decidir o que fará em um segundo turno tão hostil para ele nessa eleição.

Vamos espiar...