sábado, 19 de novembro de 2011

Campanha? De quem?

O corregedor do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Rogério Kanayama, determinou ontem que seja suspensa a exibição de dois comerciais do PDT do Paraná na televisão....

Os filmes, segundo o desembargador, desrespeitavam a lei eleitoral por promover antes do prazo a candidatura de Gustavo Fruet para a prefeitura de Curitiba....

Interessante essa liminar...pois ficou uma questão na minha cabeça...Gustavo fala dos problemas que ele enxerga na cidade e quais as propostas que seu partido tem para resolver tais problemas, e isso é considerado campanha eleitoral...

Pois bem, o prefeito inaugura uma rua asfaltada e pronto, sai na TV , na internet e mais, tudo pago com verba de propaganda da prefeitura, ok, e isso não é campanha eleitoral??? Se você parar para analisar, verá, caro leitor, que cada peça publicitária veinculada pela prefeitua é uma forma de campanha eleitoral e, portanto, deveria também ser tirada do ar...

Eu sou favoravel que cada partido utilize seu horário para falar sobre aquilo que achar necessário para expressar sua opinião sobre todos os assuntos relevantes para divulgar seus programas e suas doutrinas, sejam elas eleitorais ou não...

Não entrarei no mérito juridico da questão, e sim no mérito político, não entendo que a pea publicitária do PDT deva sair do ar, o partido deve falar o que achar necessário, sejam essas opiniões, eleitorais ou não...

Sinceramente, espero que essa liminar seja logo derrubada e que os programas do PDT voltem ao ar e que a população possa ter o direito de saber o que pensa e o que propõe o partido para os destinos de nossa cidade...

Nenhum comentário:

Entre o Medo e a Covardia

Estava pesquisando um trabalho na internet e me deparei com uma frase do líder indiano  Mahatma Gandhi  e que me fez refletir bastante, pri...