sábado, 8 de março de 2014

Racismo...até quando???


Mais uma vez somos assolados por notícias de Racismo na mídia brasileira, falo em particular do caso do arbitro do Rio Grande do Sul e do jogador Arouca do Santos Futebol Clube.

 Casos que chamaram a atenção e tiveram ampla repercussão por se tratar de ser algo ligado ao meio do futebol...coisa que vem acontecendo com uma certa frequência na Europa, mas que no Brasil, e mais antigo do que se imagina.

O Racismo, apesar de ser crime no Brasil, é uma prática tão antiga quanto cruel, está presente na nossa cultura familiar, no nosso imaginário na escola e, infelizmente, não percebo nenhuma atitude mais explícita por parte de nossas lideranças e da sociedade, no intuito de acabar com essa prática abominável de segregar um ser humano por causa de sua cor de pele, crença, sexualidade, etc.

As chamadas políticas de cotas, nada mais são do que reforço de uma condição de subserviência e que acabam servindo como um paliativo, um "remendo" social que somente serve para nivelar por baixo a educação no País. É necessário que mudemos a nossa maneira de ver o mundo, que as nossas crianças, nas escolas, aprendam a viver na diversidade, que o mundo é feito de pensamentos, atos, cores e visões diferentes e isso é que nos torna tão importantes quanto qualquer um.

Sonho com o dia em que todas as escolas desse País trabalhem esse conceitos e valores com os alunos, não como uma disciplina de conteúdo acadêmico, mas como um processo contínuo, que vá da Educação Básica até o Ensino Superior e que em cada família, não se contem mais piadas racistas ou homofóbicas. Que cada um aprenda a olhar pelo olhar do outro, onde gentileza não seja somente um slogan bonito ou o título de uma bela canção. E mais, onde cada cidadão possa exercer a sua cidadania sem ser julgado pela cor da sua pele, sua religião, sexualidade ou seja lá o que for.

Enquanto isso não acontece vou continuar gritando contra toda forma de Racismo, de intolerância e qualquer tipo de preconceito. Sou um eterno defensor da diversidade e da pluralidade, não concordo com nenhuma forma de sectarismo ou de verdades absolutas. É assim que eu sou e assim que eu penso!!!

4 comentários:

GORETTI BUSSOLO disse...

Vou relatar um caso q ocorreu comigo.
Nas eleições passadas,trabalhei com um candidato negro.Era responsável pelo comitê central. Eis que chega uma professora aposentada bem vestida.Bom, perguntou quem era responsável, disseram a ela que era a Goretti e apontaram em minha direção. Eis que a senhora começa a falar: Goreti, Goretti, quem é Goretti? branca, em um comitê de negro?(ela é negra)tem curso de que,defendeu os negros em qual movimento? e repetia...branca, branca!!!
Um clima foi ficando muito pesado!
Depois que ela me desancou por eu ser branca e nao representar "nada" p negros...chamei-a para se sentar ao meu lado e que me ajudasse, com suas opiniões, que estava aberta a sugestões, criticas etc...
Enfim,o racismo esta em todas partes, em todas as etnias!
Preconceito de classes é o que mais sinto e vejo na sociedade!

Anônimo disse...

Adorei! Sem nenhuma critica (e olha que sou chata ;p) haha Simplesmente gostei muito da sua posição e opinião sobre o assunto ;3 Há um documentário chamado 'Blue Eyes-Brown Eyes que fala sobre racismo e é bem interessante,se não viu ainda sugiro que veja :3 .. link; http://www.youtube.com/watch?v=QD5HrT8PNr4

Thomaz Campos disse...

Cara Goretti

Isso também é uma forma cruel de preconceito, pois parece que apenas quem é negro, pode entender os anseios de luta dos negros. Abomino qualquer tipo de preconceito, seja ele qual for e de onde venha

Grato pelo comentário!!!

Thomaz Campos disse...

Anônimo...

Agradeço a gentileza do comentário...não assisti ao documentário, mas farei isso, com certeza...

O Juramento!!!

Meus amigos sabem o quanto me tornei Fã de "Game of Thrones", a espetacular série de TV do canal HBO. E dos inúmeros personagens/l...