terça-feira, 26 de agosto de 2014

Números aguardados!!!

Eu postei anteriormente sobre a possibilidade de crescimento de Marina Silva/PSB na corrida presidencial de 2014, pois bem, saiu a primeira pesquisa das intenções de voto realizada pelo IBOPE e eis que os maiores temores de petistas e tucanos se concretizaram, Marina Silva deu um salto muito grande nas intenções de voto, chegando a colocar 10 pontos percentuais na frente de Aécio/PSDB e chegando em uma simulação de segundo turno à frente da presidente Dilma/PT.

Os números (Tão aguardados) mostram que as pesquisas internas dos partidos políticos apontavam para a direção correta ou seja Marina está em um processo de crescimento bastante acelerado, deixando claro que essa tendência precisa ser analisada com todo o cuidado pelos estrategistas das campanhas de Dilma e Aécio para que possam utilizar de alguma tática para frear esse crescimento da candidata socialista.

Tenho amigos que analisam política melhor do que eu, que dizem que esse crescimento de Marina ainda é fruto da brutal morte de Eduardo Campos, e com o sangue dele, poder alavancar a sua candidatura. Eu respeito essa analise e também não a desconsidero, mas também enxergo que a morte de Eduardo não é o único fator que possibilitou o crescimento avassalador de sua substituta.E mais, acredito que, por mais absurdo que seja, a morte de Campos ainda tem "folego" suficiente para substanciar e tornar competitiva (O que já é) a candidatura Marina Silva.

Os números são alarmantes para as hostes tucanas, Aécio se vê agora na posição de ter que desviar sua bateria de ataques na direção de Marina e, com isso, deixar o campo livre para Dilma respirar um pouco mais tranquila. Tranquilidade essa que, deve ter ficado abalada com o alto índice de rejeição que a presidente (36%) apresenta e que pode ser um fator determinante no segundo turno, principalmente contra Marina que apresenta uma rejeição muito pequena (10%).

A dúvida é: Qual dos dois candidatos (Aécio ou Dilma) vai começar a atacar Marina? E qual será o tipo de  ataque? Não podemos deixar de relevar que atacar Marina apenas por atacar, pode surtir efeito contrário e acabar aumentando a força de sua candidatura. É uma "sinuca" braba, mas também é necessário que alguma estratégia seja posta em prática e creio que isso começa daqui a pouco, no debate da Band.

Nenhum comentário:

Entre o Medo e a Covardia

Estava pesquisando um trabalho na internet e me deparei com uma frase do líder indiano  Mahatma Gandhi  e que me fez refletir bastante, pri...