segunda-feira, 4 de março de 2013

Absurdo


Era só o que faltava, o deputado federal e pastor evangélico Marco Feliciano (PSC/SP) lançou uma campanha pelas redes sociais para ser indicado a presidir a comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. Um abaixo assinado teve mais de 50 mil assinaturas pedindo para que Marco Feliciano seja aceito na presidência de tamanho significado, como a dos Direitos Humanos. 

Até ai tudo bem, é legitimo que um parlamentar pleiteie assumir qualquer cargo nas comissões da Câmara Federal, a questão e que Feliciano é conhecido pelas suas posições racistas, homofóbicas e de extremo mal gosto contra diversos assuntos que fogem completamente do sentido para alguém que pretende lidar com os chamados "Direitos Humanos".

O deputado se diz perseguido pelo que ele chama de "Ativismo Gay" e alega que tem todo o direito de assumir a presidência da comissão. O certo é que, eu me dei ao trabalho de verificar o que o deputado costuma dizer em suas redes sociais e pude, caros amigos, constatar a quantidade de absurdos que o referido deputado costuma postar. Alega que os africanos são "raça inferior", são os responsáveis pelos males da humanidade e outros absurdos mais que nem convém aqui falar.

Espero que haja bom senso por parte do PSC para que não indique o nobre (?) deputado para assumir a presidência da comissão de Direitos Humanos da Câmara Federal. Os direitos humanos no Brasil já não são levados a sério, imagine com um racista e homofóbico assumindo um cargo tão importante quanto esse.

Nenhum comentário:

Parada!!!

Amigos do blog..devidos a questões pessoais, vou dar uma parada nas postagens aqui da página...quem sabe eu volte a escrever em breve!!!