terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Eu quero ouvir Yoani..


A blogueira e pop star (como eu mesmo a defini em postagem anterior) foi vítima, ontem, em Feira de Santana/BA de um ato vergonhoso, irracional e violento de falta de democracia e de intolerância de alguns "manifestantes" contrários a sua presença no Brasil e que impediram a cubana e outros convidados de assistir um documentário que contem entrevistas com a blogueira, onde ela faz críticas ao regime da família Castro. Não me importa o que ela tem a dizer, ela tem o direito de dizer! Cercear alguém a se expressar é uma das maiores vilanias que uma pessoa ou um regime pode infringir a alguém.

O governo brasileiro tem a obrigação política de, como um estado democrático que é, oferecer garantias de que Yoani ou quem quer que seja, possa expressar as suas opiniões. A presidente Dilma com todo o seu histórico de lutas, deve colocar a Policia Federal para proteger a visitante cubana contra esses selvagens que se auto intitulam "militantes". Se Yoani tem razão ou não, se ela tem críticas a fazer contra o regime cubano que a faça, principalmente em solo brasileiro. Em vez de deixar assessor participar de uma reunião na embaixada cubana, onde o embaixador cometeu um crime diplomático ao incitar agressões contra uma cidadã cubana em visita legal ao Brasil, o governo devia garantir que o documentário fosse exibido e quem quiser assistir que assista.

Alguns meses atrás eu escrevi uma coluna repudiando a censura que o ex-prefeito Luciano Ducci e sua equipe queriam impor a jornalista e blogueira Thea Tavares, defendi o direito de Thea se expressar e não posso ficar calado quando vejo uma cena de barbárie como a que foi feita ontem na Bahia. Até o senador petista Eduardo Suplicy teve que intervir para que os baderneiros não agredissem fisicamente Yoani e as outras pessoas que estavam lá para assistir ao documentário. Lutamos tanto por democracia no Brasil para isso? Insisto, não vou entrar no mérito se Yoani fala a verdade ou não (sinceramente? Nada do que ela disse é diferente do que vi quando estive na ilha de Fidel), minha indignação é com a atitude selvagem de proibi-la de querer falar. se alguém quer saber como se vive em Cuba, que tal perguntar para uma cubana que vive lá?. O Brasil é um país democrático, que se exerça então essa democracia!

Nenhum comentário:

Parada!!!

Amigos do blog..devidos a questões pessoais, vou dar uma parada nas postagens aqui da página...quem sabe eu volte a escrever em breve!!!