quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

O Ruralzão de vento em popa...

E começou a emoção do campeonato paranaense 2013, cheio de mais dos mesmos. Os times da capital tentando usar o campeonato da forma que melhor lhe convier e os do interior (que começam as suas preparações bem antes) com um inicio arrasador, cheio de vontade, mas que no final (com raras exceções), acabam sucumbindo frente ao diferencial técnico, físico e estrutural dos grandes da capital.

Esses grandes estão focados em seus interesses, o Atlético abre mão e esnoba o campeonato local, usa seu time sub 23 na disputa,enquanto o seu time considerado titular excursiona pela Europa, e preparação para as competições nacionais (copa do Brasil e campeonato brasileiro), além disso, o rubro negro, através de determinação de sua diretoria, não permite que a imprensa tenha acesso as noticias do clube durante os trabalhos da semana e nem permite que ninguém do time conceda entrevista nos jogos. É uma atitude legítima da diretoria, mas extremamente antipática e improdutiva, pois o clube vive sob processos de especulação, já que o único órgão oficial do clube, o seu site, muitas vezes está fora do ar ou com um conteúdo jornalístico muito aquém do que sugere um clube com a grandeza do Atlético Paranaense.

O Coritiba faz uma preparação mais a longo prazo, não utiliza o time sub 23 como o Atlético (se bem que usou esse time nas primeiras rodadas e percebeu que teria problemas), mas também não está 100% focado no estadual. Seu elenco é bom, recheado de jogadores com experiência internacional, destaque para o retorno do meia Alex, após 16 anos, o ídolo retornou ao clube que o revelou. Na teoria, o time coxa branca é o de melhor elenco e melhor time, mas precisa mostrar isso em campo, mesmo líder, o time ainda está longe de ser aquele que a torcida espera e que o seu elenco pode produzir.

O Paraná Clube é uma especie de exceção entre os grandes da capital, o tricolor da Vila está com foco direto no campeonato, precisa de um título para reconquistar seus torcedores e a credibilidade enquanto clube grande. A experiência de ter sido rebaixado em 2011 foi muito ruim para o clube e é necessário que o Paraná recupere o seu status de força do futebol paranaense. Mesmo disputando a série B do campeonato nacional e a copa do Brasil, o Paranito joga suas fichas no estadual.

Dos clubes do interior, destaques para o Londrina e para o Operário, o time do norte do Paraná teve um inicio fulminante, mas com o passar das rodadas, começa a ser percebida a fragilidade do Tubarão. Já o Fantasma vem de uma campanha cheia de empates, ainda está invicto, mas precisa mostrar um pouco mais, se quiser almejar alguma coisa neste campeonato. As demais equipes interioranas, são meros participantes, sem muito o que acrescentar ao torneio.

Enfim...aos que gostam, o "Ruralzão" está ai, de vento em popa...

Nenhum comentário:

Frase do Dia

"Est bonum, doceat, si modo exercere quod docuit sit." ( É bom ensinar, desde que se pratique o que se ensina) Santo Inácio de ...